buy spy app
android spy txt
spy soft
spy text
cialis for sale
viagra mexico

 seminariocriancasgoiania

 

 INSCRIÇÕES ABERTAS

 
O Conselho Federal de Medicina (CFM) quer chamar a atenção da população para um problema que é nacional: cerca de 50 mil crianças desaparecem por ano no país. Com apoio do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), o CFM realiza, na terça-feira, 18 de setembro, o IV Seminário sobre Crianças Desaparecidas. O evento começará às 9h no Auditório do CRM localizado na Rua T - 28 N° 245 - Qd. 24 - Lote 19 E 20 - Setor Bueno - Goiânia. Na ocasião, os participantes serão convidados a debaterem por políticas públicas no setor e a aderirem ao abaixo-assinado em defesa da efetivação do Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos.
 
O evento, que é aberto a comunidade, profissionais da saúde e entidades representativas, destacará também o trabalho de notificação e busca dos desaparecidos, além da necessidade de uma política integral e coordenada. A participação do Seminário é gratuita e para garantir a vaga o interessado deve preencher formulário específico.
 
 
SERVIÇO:
 
IV Seminário sobre Crianças Desaparecidas
Data: 18 de setembro
Horário: de 9 às 13h
Local: Sede do Cremego - Rua T - 28 N° 245 - Qd. 24 - Lote 19 E 20 - Setor Bueno - Goiânia
 
 
 
PROGRAMAÇÃO:
 
 
9h – Abertura
 
​Leonardo Mariano Reis – presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego)
 
Lueiz Amorim Canêdo – conselheiro suplente do Conselho Federal de Medicina
 
 
9h30 – PAINEL: Políticas públicas: análise e propostas
 
 
Expositores:
 
Eliana Vendramini– Promotora de Justiça e coordenadora do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (Plid) do Ministério Público de São Paulo
 
Paula Peixoto – Comissão de Ações Sociais do CFM
 
Ricardo Paiva – Comissão de Ações Sociais do CFM
 
 
10h30 – Visão das instituições do estado
 
 
Visão da Polícia Civil do Estado - Dra. Paula Meotti delegada da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente
 
Visão do Ministério Público do Estado - Dr. Publius Lentulus Alves da Rocha, Promotor de Justiça/Coordenador do Centro de Apoio Operacional a Infância e Juventude
 
Visão da Sociedade Civil – a confirmar
 
 
11h – Debates
 
 
12h30 - Encerramento e Proposições